Augusto Farfus disputa segunda etapa do WTCR, em Budapeste, de olho nos pontos.

Em seu segundo desafio na nova categoria, brasileiro busca melhores resultados para seguir subindo na classificação do campeonato.

Passadas três semanas de sua estreia no FIA WTCR, a Copa do Mundo de Carros de Turismo, Augusto Farfus está de volta às pistas para a segunda etapa do campeonato, que acontece entre os dias 26 e 28 de abril, em Budapeste, na Hungria. Ao contrário da etapa inaugural, em que o circuito de Marrakesh foi uma novidade para o brasileiro, Farfus tem ampla experiência na pista de Hungaroring, e por isso, as expectativas são grandes para bons resultados na rodada tripla.

Em seu retorno aos carros de turismo, Augusto mostrou rápida adaptação e boa evolução no primeiro final de semana da temporada, andando próximo do top-10 nas corridas, e pontuando em duas das três provas. Na terceira, um problema mecânico o tirou da briga mais cedo, quando estava na 8ª posição. Agora, em uma pista conhecida e mais adaptado ao carro, o piloto da equipe BRC Hyundai N Lukoil Racing Team quer seguir crescendo no campeonato, e para isso, mira pontuar bem para subir na classificação geral.

O circuito de Hungaroring é um dos mais tradicionais da Europa, recebendo a Formula 1 desde 1986, além do DTM, e vários outros campeonatos de formula, GT e turismo. O traçado de 4.381 metros de extensão é bem técnico, com muitas curvas travadas, o que dificulta as ultrapassagens, por isso, uma boa posição de largada pode ser determinante. Além disso, a previsão é de tempo instável para o fim de semana, com chuva no sábado e tempo seco no domingo, o que deve movimentar ainda mais as corridas.

O formato de disputa do WTCR é bem dinâmico. Após os treinos livres, no sábado, acontece a primeira classificação, com 30 minutos de pista livre para os pilotos definirem o grid de largada da corrida 1, que é realizada no mesmo dia, com 12 voltas de duração.

Já no domingo, a segunda classificação é dividida em três fases. Na primeira, os pilotos têm 20 minutos de pista aberta, e os 12 melhores passam para o Q2. Então, eles têm mais 10 minutos para marcarem seus tempos, e o top-10 invertido nesta sessão define o grid de largada da corrida 2, ou seja, o 10º colocado garante a pole position. Na continuação da tomada de tempos, no Q3, apenas os cinco mais rápidos participam, com uma única volta para cada, que determina a ordem de início da corrida 3. Essas duas corridas acontecem no domingo, com 12 e 15 voltas de duração, respectivamente. Todas as provas têm pontuação igual, para os 15 primeiros colocados. Augusto Farfus está em 14º na classificação geral, entre os 26 pilotos do campeonato.

O Fox Sports transmite a etapa de Hungaroring do WTCR, com a corrida de sábado em VT, às 12h30, e, no domingo, as provas serão transmitidas ao vivo, a partir das 10h.

Augusto Farfus:

“Essa será a segunda etapa do ano, e me sinto mais mais adaptado ao carro e à categoria já. Além disso, eu conheço muito bem o circuito de Hungaroring, então a expectativa é de produzir um fim de semana consistente e me focar na zona de pontos nas três provas, pensando até mesmo em pódios e vitórias. Temos uma previsão de tempo instável, então deve ser uma etapa bem agitada, e aqui a classificação é bem importante, mas estou confiante em conseguirmos bons resultados.”

Programação da 2ª etapa do WTCR em Budapeste (horários de Brasília):

Sexta-feira (26/04):
12h às 12h45 – Treino livre 1

Sábado (27/04):
4h45 às 5h15 – Treino livre 2
6h45 às 7h15 – Classificação 1
10h15 – Corrida 1

Domingo (28/04):
5h – Classificação 2 (Q1, Q2 e Q3)
10h30 – Corrida 2
12h – Corrida 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *